Para que fazer Tratamento Ortodôntico ou Ortopédico Funcional?

Dra. Athina Luiza Bamihas
A função do Tratamento Ortodôntico, seja ele através da Ortodontia Fixa ou da Ortopedia Funcional dos Maxilares, não é só de corrigir a posição dos dentes pra fins estéticos, mas sim de devolver a correta oclusão, com uma mastigação adequada e as funções de respiração e fonação também em harmonia.
A aparatologia pode ser fixa ou móvel, dependendo da avaliação do Profissional e do caso do paciente.
aparelho_removiveisOs aparelhos Ortopédicos Funcionais são os removíveis, e podem ser usados na infância, na adolescência e na fase adulta. Eles atuam em dentes, ossos e músculos; ajudam no crescimento e no desenvolvimento.
Os aparelhos fixos, são compostos de bráquetes colados aos dentes. São indicados quando é necessária uma movimentação maior dos dentes nas três dimensões. Normalmente, é usado na fase da adolescência e na fase adulta.
Um tratamento ortodôntico leva em média leva 2 (dois) anos.Tempo este que pode variar para mais ou para menos, dependendo do caso, da idade e da freqüência de uso do aparelho pelo paciente.
Não existe impedimento, ou idade limite para o uso de aparelho. A condição para usar aparelho está na saúde geral e, especialmente, na saúde óssea dos maxilares. A limitação pode ocorrer em qualquer idade. É importante lembrar que os aparelhos ortodônticos e ortopédicos, necessitam de alguns cuidados com a alimentação, e requerem uma boa higienização.
A Ortopedia Funcional dos Maxilares – OFM, tem como objetivo, promover a mudança de postura da mandíbula, dos músculos, língua, lábios, dentes e articulações temporomandibulares – ATMs, conseqüentemente formando “Novas Memórias” relativas à postura e função dessas estruturas, em etapas, corrigindo por meio desses estímulos as desarmonias crânio-faciais.
A OFM, também atua nos desequilíbrios ósseos, musculares, alinhamento dos dentes e problemas das articulações. O tratamento não causa dor e, normalmente, é feito sem extração de dentes.
Estes aparelhos produzem estímulos na rede de neurônios sensoriais da cavidade oral, que levam a mensagem até o sistema nervoso central que, por sua vez, responde através do remodelamento das estruturas ósseas, readaptando a musculatura para uma nova e correta postura.
Assim, tanto a estética da facial como as funções exercidas pela boca são restabelecidas, trazendo de volta o equilíbrio do sistema estomatognático.
Como exemplo de problemas que podemos tratar com a OFM, temos: apnéia do sono, bruxismo (ranger de dentes durante o sono), dores de cabeça, zumbido, dor de ouvido, dores na face ou nos maxilares, queixo proeminente, dentes tortos, dentes apinhados, mordida aberta (dentes que não se tocam), dentes para frente ou para trás, mordida cruzada na região posterior ou anterior, lábios que se mantém abertos, língua entre os dentes da frente, respiração bucal, ronco….
Temos inúmeras indicações para tratamento. O importante é procurar um profissional qualificado, para que seja efetuado corretamente, lembrando ,sempre, que cada caso é um caso, e tem que ser avaliado individualmente.